Sobre mim

Minha foto
Jovens Adoradores
Caucaia, Ceará, Brazil
Somos jovens adoradores e colocamos Deus em primeiro lugar em nossas vidas, seguindo Seu caminho conforme Sua vontade em nós!!!
Visualizar meu perfil completo

Seguidores

Translate

Visualizações

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Entre Vampiros e Lobisomens



Foi-se o tempo em que o cinema retratava os lobisomens e vampiros como criaturas do mal...
Foi-se o tempo em que o cinema retratava os lobisomens e vampiros como criaturas do mal, feias, que tinham medo de estacas, bala de prata, água benta, alho e sempre eram derrotadas pelo mocinho. Atualmente, os filmes trazem como protagonistas justamente essas criaturas, mas como uma nova roupagem.

Os vilões de antigamente são os heróis de hoje. Eles são jovens, bonitos, bem educados, bonzinhos e sempre lutam pelo amor de uma garota. Assim acontece no filme Crepúsculo e na série Teen Wolf (adolescente lobo). 

Vampiros e lobisomens passaram a povoar o imaginário de jovens e adolescentes, com mais força, a partir de 2008, com o lançamento do primeiro filme da saga Crepúsculo, baseada nos livros da escritora Stephenie Meyer, que já venderam mais de 100 milhões de exemplares. 

Mesmo sabendo que lobisomens e vampiros não existem, o ser humano sempre foi aficionado pelo desconhecido e, quando criança, muitos já sonharam em ter super poderes. “O que me chama a atenção é a quantidade de filmes com esses personagens que são projetados na mídia. O pior é que eles têm despertado o interesse em muitos jovens cristãos”, afirma pastor Ananias Galvão da Assembleia de Deus em Fortaleza (CE). 

De acordo com o pastor Ananias, o mais prejudicial é deixar de ir aos cultos, frequentar a Escola Dominical e ler a Bíblia para assistir filmes e ler esses livros, que não edificam. “Os líderes devem orientar melhor os jovens, no sentido de procurar o que é bom, o que edifica e o que traz benefícios para sua vida espiritual”, afirma. 

A “Nova Moda” 

Mesmo com todo sucesso dos personagens vampirescos, os lobisomens têm ganhado espaço na dramaturgia e na literatura. A escritora americana Anne Rice começou a escrever sobre os vampiros em 1976 e só parou em 2003. Sua obra mais famosa “Entrevista com o Vampiro” completou 35 anos. Ela escreveu também sobre bruxas, anjos e Jesus Cristo e recentemente vai lançar uma obra sobre o “herói” lobisomem The Wolf Gift (O presente do lobo). 

Embarcando nessa onda de lobos, o diretor Rob Daniel acredita na série Teen Wolf, uma adaptação do filme lançado nos anos 80 com o mesmo nome. A série conta a história de um adolescente tímido que é mordido por um lobo, se torna popular e se apaixona pela filha do caçador de lobisomem. 

“Mudam o personagem, mas o espírito é o mesmo: o espírito satânico de desvirtuar. O pior é que encontra na nossa juventude pessoas adeptas a isso. Pessoas que, infelizmente, crêem nessas coisas. Temos que combater com o Evangelho”, afirma pastor Ananias. 

De acordo com pastor Ananias, muitos nordestinos acreditam no mito do lobisomem porque o catolicismo romano, predominante na região, incentivou essas crendices populares. “Mas, depois que se convertem, os cristãos não acreditam mais nisso, pois eles conhecem a Palavra. Eles sabem que isso é uma manifestação demoníaca”, revela. 

As pessoas têm que saber discernir o certo do errado e procurar o que é bom para nossa vida. “O Diabo coloca uma característica naquilo que não presta se fazendo de bonzinho. A Bíblia diz que o inimigo se projeta como anjo de luz, mas não tem a essência de Deus. Por isso ele tenta deturpar os valores”, conclui. 

*Texto publicado na página 25 da revista GeraçãoJC, Ano XII, nº 85, CPAD.

Editado por:
John Alves - #PensaNisso!

0 comentários: